Banco de Sangue de Cordão Umbilical

Banco de sangue de cordão umbilical

É simples, indolor, seguro e gratuito

Após o nascimento de um bebê, o sangue cordão umbilical é muitas vezes descartado juntamente com a placenta. No entanto, o recuperado do cordão umbilical e da placenta é uma fonte rica de células-tronco, isto é, que produzem todos os outros tipos de células do sangue.

A medula óssea foi a primeira fonte de células-tronco. Porém, a principal limitação para o transplante é a obtenção de um doador compatível na família. Sendo assim, nem sempre o paciente consegue ser atendido. Por isso, o sangue do cordão umbilical pode ser uma ótima alternativa para os pacientes que precisam de um transplante de células-tronco hematopoéticas e não encontram um doador.

Esta iniciativa precisa de sua colaboração.

O que é o sangue de cordão umbilical?

É o sangue do bebê que fica no cordão umbilical e na placenta,depois que ele nasce. Normalmente, após o parto esses são jogados no lixo.

Qual a principal utilização do sangue de cordão umbilical?

O uso terapêutico comprovado é a reconstituição de células do sangue através do transplante de células-tronco hematopoéticas, substituindo a medula óssea como fonte em pacientes com doenças como leucemia (câncer) que não têm doador na família.

Por que doar sangue de cordão umbilical?

Somente 25% dos pacientes que necessitam de um transplante de células-tronco hematopoéticas encontram doador familiar compatível. Fazendo a doação ao Banco Público de Sangue de Cordão Umbilical do Einstein você ajudará a salvar a vida dessas pessoas.

Ao contrário da medula óssea, as células-tronco hematopoéticas obtidas do sangue de cordão umbilical podem ser transplantadas sem que haja uma completa semelhança entre o paciente e o doador. Outra vantagem do Banco Público de Sangue de Cordão Umbilical é a redução do tempo para a obtenção do material. No caso dos transplantes de medula óssea, leva-se cerca de seis meses entre a identificação de um doador compatível nos registros de doadores e a coleta da medula óssea para o transplante. Quando se identifica uma unidade de sangue de cordão umbilical compatível com um paciente, esse tempo cai para 20 a 30 dias, pois as amostras já estão previamente testadas e classificadas.

O Banco Público de Sangue de Cordão Umbilical pertence á BrasilCord, uma rede pública que atende toda a sociedade brasileira e, mesmo que você não seja doador, caso você ou alguém de sua família necessite, também poderá fazer uso das células-tronco hematopoéticas armazenadas pelo Banco.Trata-se de uma iniciativa do Ministério da Saúde, disponível para toda a população.

Confira quais são os Bancos de Sangue de Cordão no Brasil

É importante lembrar que a doação:

  • Utiliza o sangue que é habitualmente será descartado
  • Não oferece risco para os doadores (mãe e bebê)
  • Disponibiliza material para toda a população

É possível doar o sangue do cordão para um banco público e privado? O material é suficiente?

Não é possível doar para o banco público e privado simultaneamente, pois os procedimentos para doação ao Banco de Sangue de Cordão privado são diferentes dos critérios para doar ao Banco Público.

Quem pode doar?

Gestantes com idade acima de 18 anos e tempo de gravidez igual ou superior a 35 semanas. A bolsa não pode ter rompido há mais de 18 horas, a gestante deve ter realizado no mínimo duas consultas durante a gravidez e não deve ter infecção ou febre no momento do parto. No entanto, existem algumas restrições adicionais que serão verificadas no momento da doação.

Quais são os procedimentos necessários para a doação?

Algumas exigências devem ser cumpridas antes da coleta, similares às requeridas para a doação de sangue. Antes do parto, a gestante deverá passar por uma triagem clínica (entrevista) e assinar um termo de consentimento para a doação do sangue de cordão umbilical do seu filho. Além disso, no momento do parto será coletado cerca de 40 ml de sangue da gestante para detectar a presença de alguma doença que possa ser transmissível pelo sangue (Sífilis, Hepatite, HIV entre outras).

Tenho que pagar por essa doação?

Não. A doação é gratuita, espontânea e sigilosa. Você não paga e nem recebe nenhuma renumeração por isso, pois a renumeração é proibida pelas leis brasileiras.

Como doar?

Quando internar para o parto, solicite um profissional da equipe de Doação de sangue de cordão umbilical.

Por que as doações não podem ser realizadas em qualquer Hospital?

A triagem e a coleta devem ser feitas dentro das normas de qualidade por profissionais treinados e capacitados. Pois são etapas críticas para a gestante e sequência do material coletado. Além disso, para a doação do Banco de Sangue de Cordão Umbilical Público, é necessário que o parto ocorra nos hospitais que compõem o Brasilcord.

Como é feita a coleta de sangue de cordão umbilical e da placenta?

Durante o parto, logo após a corte do cordão umbilical e quando o recém-nascido já está sob os cuidados do pediatra. O profissional retira o sangue do cordão através de uma bolsa de coleta estéril (que não contém germes ou qualquer outro tipo de risco ao material coletado). Assim, não traz qualquer risco ao bebê ou à mãe. Após a coleta, o sangue do cordão é encaminhado para avaliação dos critérios de congelamento ou descarte.

Existem fatores que impossibilitam a coleta de sangue de cordão?

Sim. Problemas clínicos ou técnicos (limitações operacionais) durante o parto podem impossibilitar a coleta. Fatores como, por exemplo, o rompimento da bolsa há mais de 18 horas ou febre impedem a doação. Por isso, apesar de seu prévio consentimento, pode ser que a coleta de sangue do cordão umbilical da criança não seja possível, pois sua segurança e a do bebê sempre estarão em primeiro lugar. Mesmo assim, o fato de você não ter doado não significa que seu filho(a) ou outro membro da sua família não possa ter acesso ao Banco Público de Sangue de Cordão.

O que garante a qualidade do material armazenado?

O Departamento de Hemoterapia do Einstein segue as normas técnicas da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e do Ministério da Saúde. Além disso, o hospital é acreditado pela Associação Americana de Banco de Sangue (AABB). O sangue do cordão umbilical passa por vários testes e, após a liberação parcial, é armazenado em tanques de nitrogênio em baixa temperatura.

Orientamos que a mãe informe ao Banco Público de Sangue de cordão umbilical qualquer problema de saúde que a criança desenvolva no futuro.

Para isso, Ligue no (11) 2151-1233 ou (11) 2151-0457.

Existem fatores que impossibilitam o congelamento do sangue de cordão umbilical coletado?

Sim. Caso o sangue de cordão coletado não atenda aos critérios técnicos estabelecidos pela ANVISA, como, por exemplo, volume insuficiente, o material poderá ser descartado. Além disso, o Banco de Sangue sempre realiza testes para a detecção de doenças transmissíveis pelo sangue, que são feitos com uma amostra coletada da gestante no momento do parto. Quando forem detectadas alterações em algum desses testes, o material poderá ser desprezado após a coleta e, até mesmo, após congelamento.

Como saber se o sangue de cordão foi aproveitado?

Após 30 dias da doação você receberá em sua casa uma carta informando se o sangue do cordão umbilical atingiu os critérios exigidos. Se o sangue do Cordão for escolhido para transplante, você receberá uma ligação para obter informações do estado de saúde do seu filho(a).

Eu ficarei sabendo do resultado dos exames?

Se o sangue do cordão umbilical for congelado você receberá em sua casa todos os resultados dos exames de sangue (Sífilis, Hepatite, HIV entre outros).

Depois da Doação, meu filho pode usar do sangue doado?

Toda a população é beneficiada em relação aos cordões disponíveis na rede Brasilcord e não apenas uma pessoa especificamente, mesmo que ela tenha sido a doadora.

É importante ressaltar que, depois de realizada a doação, o sangue de cordão coletado não pode ser reivindicado pelos pais ou por outro membro da família. No ato da doação, este material passa a ser de uso público, pertencendo, portanto, a uma rede pública de bancos de sangue de cordão umbilical do Brasil.

A Vida lhe deu um presente.

Presenteie você também.

Doe o sangue do cordão do seu filho(a)

Doar o sangue do cordão umbilical pode salvar vidas. Faça sua parte.

Para mais informações ou para doação, entre em contato com:

Hospital Israelita Albert Einstein

Contato: 2151-1233 ou 21510457

Funcionamento: segunda a sábado das 7h às 20h. Exceto domingos e feriados.

Hospital M'boi Mirim

Contato: 5832-2546 ou 5832-2500

Funcionamento: segunda a sexta das 7h ás 16h. Exceto domingos e feriados.

Precisa agendar? Clique aqui para encontrar um médico

Publicado em 18/03/2013


Compartilhe

Deixe um comentário

* *
* Caracteres restantes: 500
* Campos Obrigatórios

Aviso: todo e qualquer comentário publicado na internet por meio deste sistema não reflete, obrigatoriamente, a opinião deste portal ou da Sociedade Beneficente Israelita Brasileira Hospital Albert Einstein. Os textos publicados são de exclusiva, integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. O Hospital Israelita Albert Einstein reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou, de alguma forma, prejudiciais a terceiros. Informamos ainda que poderá haver moderação dos comentários que apresentarem dados clínicos ou pessoais dos autores, visando garantir a privacidade destas informações. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação (nome e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.