Orientação para pacientes

Fratura dos dedos dos pés

As fraturas dos ossos dos dedos dos pés são muito comuns. Esses ossos são chamados de falanges.

O osso que se localiza mais na ponta do dedo é a falange distal, o intermediário é a falange média (ausente apenas no primeiro dedo – o “dedão”) e a base do dedo, a falange proximal. A fratura da falange proximal é a mais frequente, principalmente a do quinto dedo - o 'mindinho'.

Causas

As causas dessas lesões são geralmente:

  • - queda de um objeto sobre o dedo do pé;
  • - choque do dedo do pé contra um objeto (pé da cama, mesa, cadeira etc.).

São lesões bastante dolorosas e podem apresentar equimose (coloração arroxeada) e inchaço. Ocasiona, muitas vezes, dificuldade em calçar os sapatos.

Tratamento

O tratamento consiste em:

Você também pode gostar de:

  • -. modificação dos calçados;
  • -. utilização de bolsa de gelo: de 3 a 4 vezes por dia, durante 15 minutos nos primeiros dias.
  • -. uso de medicamentos analgésicos, conforme prescrição médica.

Podem ser usados calçados especiais, como a sandália de Baruk, que evita o apoio sobre a área afetada.

Apesar das orientações acima, é possível a dor persista por 2 a 3 semanas.

Se você não possui um médico particular, entre em contato com o Hospital Israelita Albert Einstein pelo telefone(11) 2151-1233, opção 3, e solicite a indicação de um Ortopedista.

 

Publicado em  


Compartilhe

Deixe um comentário

* *
* Caracteres restantes: 500
* Campos Obrigatórios

Aviso: todo e qualquer comentário publicado na internet por meio deste sistema não reflete, obrigatoriamente, a opinião deste portal ou da Sociedade Beneficente Israelita Brasileira Hospital Albert Einstein. Os textos publicados são de exclusiva, integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. O Hospital Israelita Albert Einstein reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou, de alguma forma, prejudiciais a terceiros. Informamos ainda que poderá haver moderação dos comentários que apresentarem dados clínicos ou pessoais dos autores, visando garantir a privacidade destas informações. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação (nome e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.