Atividade Física

Corrida de rua

A cada dia mais pessoas aderem a um esporte bastante acessível: a corrida de rua. A explicação para esse aumento significativo é simples: a corrida só exige um par de tênis adequado e boa saúde para ser praticada.


Corrida de rua Para Márcio Marega, fisioterapeuta e coordenador do Programa Anti-Sedentarismo do Hospital Israelita Albert Einstein (HIAE), há ainda outra explicação para o fato: "As pessoas estão mais conscientes da necessidade de adotar atividades físicas e a corrida é uma boa opção porque é fácil de começar."

A socialização que o esporte traz também motiva os praticantes. Correr em grupos e treinar constantemente levam os corredores a participar de inúmeras competições. A Federação Paulista de Atletismo (FPAM), realiza vários trabalhos em conjunto com a Secretaria de Esportes, Lazer e Turismo do Governo de São Paulo, como o projeto piloto chamado “Circuito de Provas Pedestres”, ou “Corrida da Família", onde centenas de jovens praticam a modalidade em cidades do interior do Estado.

Para começar

Quem deseja começar a correr precisa, antes de tudo, fazer um checkup, de preferência o tipo desenvolvido para esportistas, a fim de avaliar seu condicionamento físico e cardiovascular. Assim é possível saber como o corpo se comporta durante a atividade física.

"Além de receber o aval médico é essencial procurar um educador físico e um nutricionista antes de adotar a prática da corrida", alerta Marega. O educador físico ajudará com os primeiros passos e as orientações necessárias para que o esporte seja uma atividade prazerosa e segura; o nutricionista avaliará a dieta atual e proporá alimentos adequados para a prática do esporte.

O livro Guia Básico do Corredor , escrito por Márcio Mello, é outra fonte de informação. O autor compila uma série de dicas para o corredor iniciante, incluindo tipos de treino e lesões que os praticantes podem sofrer.

A escolha do tênis e das roupas

Um passo importante para o início da prática é escolher o tênis certo, capaz de proteger as articulações dos impactos da corrida e estabilizar os movimentos dos pés.

Para que isso ocorra é preciso adequar o calçado ao tipo de pisada:

Supinada

É a pisada para fora, em que a força se concentra na parte externa do calcanhar e segue pela borda dos pés até chegar nos últimos dedos. Nesse caso, o tênis ideal tem um bom sistema de amortecimento.

Pronadora

É a pisada para dentro, que começa pela parte interna do calcanhar, se apóia na parte interna dos pés até o dedão. Tênis para pronadores requer estabilidade.

Neutra

O princípio da pisada é no calcanhar, seguindo pelo solado do pé de forma regular; o impulso do próximo passo é dado nos três primeiros dedos. Essa pisada não requer sistemas especiais – nem de amortecimento nem de estabilidade.

Além da forma de pisar, também é preciso saber em que solo a corrida será praticada. Exercitar-se constantemente em solos rígidos pode lesionar as articulações.

Asfalto

Menos rígido que o concreto, é facilmente encontrado em qualquer cidade. Por ser um terreno regular, como as vias públicas, é possível desenvolver bom ritmo de treino. Basta ter atenção ao tráfego de carros e evitar locais onde haja muita poluição.

Concreto

Geralmente encontrado nas calçadas. É a superfície que mais oferece impacto e irregularidades, como os degraus e buracos. Sua única vantagem é estar livre do tráfego dos carros, mas mesmo assim não é recomendada.

Grama

Boa superfície por ser macia e confortável, mas exige maior trabalho muscular. Entretanto, quando o gramado não é regular, é preciso atenção aos buracos para evitar lesões. A grama deve ser evitada nos dias de chuva, pois fica escorregadia.

Esteiras

Boa opção para os dias de chuva e frio; em geral oferecem uma série de programações que variam a intensidade e a velocidade dos treinos.

O praticante também deve vestir-se adequadamente. As peças escolhidas devem ser leves e de tecidos que liberem facilmente a transpiração, de cores claras e confortáveis. Boa parte do vestuário de corrida é feito de dryfit, tecido bastante ventilado.

Caminhar ou correr?

Quando se fala em promover a saúde, a caminhada é suficiente. Entretanto, a corrida proporciona benefícios extras, como a melhora do condicionamento cardiorrespiratório e da composição corporal. A prática também garante o bem-estar ao liberar endorfina – neurotransmissor responsável pela sensação de prazer.

Além de receber o aval médico é essencial procurar um educador físico e um nutricionista antes de adotar a prática da corrida

Em contrapartida, os corredores estão mais suscetíveis a lesões nas articulações que os praticantes de caminhada. "Essas lesões podem ocorrer se a corrida for feita numa intensidade inadequada e sem a ajuda de um profissional qualificado", adverte o fisioterapeuta.

Contraindicação: quem já teve lesões no aparelho locomotor – ossos e músculos – não deve adotar a corrida, mas a caminhada. Ao correr, o impacto nas articulações e coluna é grande, o que pode agravar os problemas já existentes.

Para quem está acima do peso e quer começar a praticar corrida o ideal é optar por uma atividade de menor impacto – como a natação ou a bicicleta – para perder um pouco dos quilos em excesso. Só depois, mais leve, a pessoa deveria começar a correr com segurança e conforto.

Para mais informações:

Atualizada em abril/2010

Publicado em 03/04/2007


Compartilhe

Deixe um comentário

* *
* Caracteres restantes: 500
* Campos Obrigatórios

Aviso: todo e qualquer comentário publicado na internet por meio deste sistema não reflete, obrigatoriamente, a opinião deste portal ou da Sociedade Beneficente Israelita Brasileira Hospital Albert Einstein. Os textos publicados são de exclusiva, integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. O Hospital Israelita Albert Einstein reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou, de alguma forma, prejudiciais a terceiros. Informamos ainda que poderá haver moderação dos comentários que apresentarem dados clínicos ou pessoais dos autores, visando garantir a privacidade destas informações. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação (nome e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.