Ecocardiografia

Facebook Twitter Youtube Google+ Instagram Linkedin Flickr  |  diminuir letra aumentar letra 

Ecocardiografia sob estresse farmacológico

A ecocardiografia ou ecocardiograma sob estresse farmacológico é um exame de ultrassom do coração, associado ao uso de medicamentos (dobutamina ou dipiridamol), que possibilitam visualizar a contração do coração em repouso e em esforço máximo, semelhante ao atingido durante o exame de esforço realizado em esteira ergométrica.

Ecocardiograma Estresse

Como é feito

O paciente recebe os medicamentos por uma veia (via intravenosa) e em doses crescentes – chamadas “estágios do exame”. Cada estágio tem a duração aproximada de 3 minutos. Durante a realização do exame, são verificadas continuamente a pressão arterial, a frequência e o ritmo cardíaco, além dos níveis de oxigênio no sangue; também são realizados eletrocardiogramas em cada estágio.

O paciente permanece em repouso durante 30 minutos após o término do exame. Após 60 minutos, pode retornar à sua rotina, sem restrição de dieta. Caso utilize medicação de uso contínuo, esta deverá ser ingerida normalmente.

Indicação

Em casos de suspeita de obstrução das artérias coronárias, responsáveis pela irrigação do músculo do coração (doença arterial coronária).

Para avaliação de pacientes submetidos à cirurgia de revascularização miocárdica (ponte de safena ou de mamária etc.) ou angioplastia coronária com ou sem colocação de stents.

Contraindicação

Na fase aguda de síndromes coronárias (IAM e angina instável).

O exame com Dobutamina está contraindicado para pacientes com hipertensão arterial descontrolada, arritmia ventricular ou que já apresentaram reações adversas ao uso da medicação.

O exame com Dipiridamol está contraindicado para pacientes com história de asma ou chiado no peito ou que já apresentaram reações adversas ao uso da medicação; aqueles que fazem uso de medicamentos chamados xantinas (aminofilina).

Limitações

O exame pode ser inconclusivo quando não se atinge a frequência cardíaca submáxima esperada e não ocorrem sinais de isquemia.

Preparo

Jejum de 4 horas.

A suspensão da medicação em uso fica a critério do médico assistente e na dependência dos objetivos do exame: se para diagnóstico de doença arterial coronária, caso seja possível, a recomendação é realizar o exame sem os remédios que possam mascarar as manifestações isquêmicas, como betabloqueadores, inibidores dos canais de cálcio e vasodilatadores coronarianos.

Podem ocorrer complicações ou efeitos adversos?

A ecocardiografia sob estresse farmacológico é um método com segurança comprovada em inúmeros centros hospitalares estrangeiros e brasileiros. Alguns efeitos colaterais podem ocorrer, como sensação de formigamento no rosto, náusea, dor de cabeça, dor no peito, elevação da pressão arterial e palpitação. Os efeitos adversos são raros e, quando aparecem, são prontamente detectados. São semelhantes aos observados durante o teste ergométrico.

Ligue e confirme se o seu exame é realizado na Unidade Einstein de sua preferência.

Telefone:(11) 2151-1233

Ou consulte online os exames disponíveis no Einstein

Referências

1. Diretriz para indicações e utilização da ecocardiografia na prática clínica. Revista Brasileira de Ecocardiografia 2004;17(1):49-77.

2. ACC/AHA/ASE 2003 Guideline update for the clinical application of echocardiography: summary article. Journal of the Am Society of Echocardiography 2003;16(10):1091-1110.

Precisa agendar? Clique aqui para encontrar um médico

Publicado em  


Compartilhe

Deixe um comentário

* *
* Caracteres restantes: 500
* Campos Obrigatórios

Aviso: todo e qualquer comentário publicado na internet por meio deste sistema não reflete, obrigatoriamente, a opinião deste portal ou da Sociedade Beneficente Israelita Brasileira Hospital Albert Einstein. Os textos publicados são de exclusiva, integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. O Hospital Israelita Albert Einstein reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou, de alguma forma, prejudiciais a terceiros. Informamos ainda que poderá haver moderação dos comentários que apresentarem dados clínicos ou pessoais dos autores, visando garantir a privacidade destas informações. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação (nome e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.