Nutrição

Caqui: benefícios à saúde

Originário da China e do Japão, o caqui se deu muito bem no Brasil devido ao clima tropical. Cultivada em praticamente todo o país, a fruta é excelente fonte de vitaminas E e C - que auxiliam na defesa e manutenção do organismo - e sais minerais como ferro, fósforo e cálcio.

Caqui benefícios à saúdeÉ rica também em outro componente fundamental para manter a saúde: o betacaroteno, que atua como antioxidante e combate a formação de radicais livres.

"Ele é essencial para a visão, unhas e cabelos e auxilia o desenvolvimento ósseo. Além disso, retarda o envelhecimento precoce do organismo", explica Eneida Gomes da Cunha Ramos, nutricionista do Hospital Israelita Albert Einstein (HIAE). "E o caqui é fonte ainda de licopeno, um fitoquímico com importante atuação na defesa do organismo".

E tem mais: a fruta caqui contribui para o bom funcionamento do intestino, por conter fibras, e atua como calmante, devido à alta concentração de açúcar e frutose, razão pela qual deve ser consumida moderadamente, em especial por diabéticos. "O ideal é não exagerar. A melhor recomendação é variar os tipos de fruta e escolher ao menos três por dia", afirma a nutricionista.

Ele é essencial para a visão, unhas e cabelos e auxilia o desenvolvimento ósseo. Além disso, retarda o envelhecimento precoce do organismo

Boa escolha

Delicado e com casca muito fina, o caqui precisa ser bem embalado para a venda. Na hora da compra, deve estar livre de rachaduras, firme e com a coloração uniforme. A recomendação é consumi-lo in natura, ou seja, cru.

Mas muitas pessoas gostam de saboreá-lo na forma de suco. Este, porém, tem de ser bebido logo após o preparo. Do contrário, o sabor é alterado e perde-se parte das vitaminas.

Sua colheita começa no final de janeiro e vai até agosto, com o pico da safra entre os meses de março e maio, quando sua oferta aumenta nas feiras e supermercados. Uma alternativa para saboreá-la durante o resto do ano é a forma desidratada.

Após a compra, caso o caqui esteja maduro, a recomendação é guardá-lo na geladeira entre três e cinco dias, no máximo. A conservação também pode ser feita em local fresco, desde que o consumo seja rápido. Se ainda estiver verde, deve ser mantido fora da geladeira para amadurecer.

É importante lavá-lo com delicadeza, um a um, esfregando com as mãos. Em seguida, deixá-lo imerso em solução clorada (hipoclorito de sódio, à venda em supermercados) por aproximadamente 20 minutos. "Vale lembrar que não é recomendável lavá-lo se o consumo não for imediato, pois pode azedar", explica Eneida.

Conheça os tipos mais consumidos pelos brasileiros

Caqui Rama Forte

Coloração vermelha, polpa de consistência mole e gelatinosa;

Caqui Taubaté

Coloração vermelha, polpa de consistência mole;

Caqui Giombo (tipo chocolate)

Alaranjado, de consistência firme e crocante;

Caqui Fuyu

Alaranjado e de consistência firme.

As propriedades do caqui

Em um caqui médio ou em 100 gramas

  • Calorias - 71 kcal
  • Fibras - 6,5 g
  • Cálcio - 18 mg /li>
  • Vitamina C - 29,6 mg
  • Potássio - 164 mg
  • Fósforo - 18 mg
  • Carboidrato - 19,3 g

Fonte: Tabela Brasileira de Composição de Alimentos (Taco)

Receitas nutritivas

O caqui também pode ser usado na preparação de doces e sobremesas. A seguir, confira as receitas que a nutricionista Eneida Gomes da Cunha Ramos indica para o bom aproveitamento da fruta.

Geleia de caqui

Ingredientes

  • 1 ½ kg de caqui maduro
  • 1 kg de açúcar
  • ½ limão
  • 1 copo de água

Modo de preparo

  1. Retire os cabos dos caquis e lave-os um a um.
  2. Descasque-os (basta puxar a casca com os dedos ou com a lâmina de uma faca).
  3. Passe por uma peneira e reserve.
  4. Leve a água e o açúcar ao fogo brando até dissolvê-lo.
  5. Acrescente a casca do limão.
  6. Retire a casca do limão e coloque a fruta.
  7. Cozinhe em fogo brando e mexa até engrossar.
  8. Quando esfriar, guarde em vidros previamente higienizados e secos e feche bem.

Panqueca doce de caqui

Ingredientes:

  • 3 ovos
  • 3 colheres (sopa) de farinha de trigo
  • ¼ xícara (chá) de leite
  • 1 pitada de sal
  • 1 colher (sopa) de óleo

Modo de fazer:

  1. Bata os ovos inteiros.
  2. Junte o leite, a farina de trigo, o sal e o óleo.
  3. Frite pequenas quantidades da massa (1 xícara de café), dos dois lados, em uma frigideira apenas untada com manteiga.
  4. Recheie com a geleia de caqui e enrole.
  5. Salpique açúcar e canela a gosto.

Salada de frutas tropical

Ingredientes:

  • 2 caquis
  • 1 kiwi
  • 1 fatia de melão
  • 1 fatia de mamão formosa
  • 1 rodela de abacaxi
  • 10 uvas rosadas
  • Suco de uma laranja
  • 2 colheres de granola ou musli

Modo de Fazer:

  1. Pique todas as frutas e misture-as.
  2. Regue a salada de frutas com o suco de laranja.
  3. Acrescente a granola ou musli.

Shake de frutas

Ingredientes:

  • 2 copos de suco de laranja
  • 1 caqui
  • 3 ameixas secas

Modo de fazer:

  1. Deixe as ameixas de molho em água para amaciar.
  2. Retire os caroços.
  3. Bata tudo no liquidificador.
  4. Adoce a gosto.

Publicada em agosto/2009

Publicado em  


Compartilhe

Deixe um comentário

* *
* Caracteres restantes: 500
* Campos Obrigatórios

Aviso: todo e qualquer comentário publicado na internet por meio deste sistema não reflete, obrigatoriamente, a opinião deste portal ou da Sociedade Beneficente Israelita Brasileira Hospital Albert Einstein. Os textos publicados são de exclusiva, integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. O Hospital Israelita Albert Einstein reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou, de alguma forma, prejudiciais a terceiros. Informamos ainda que poderá haver moderação dos comentários que apresentarem dados clínicos ou pessoais dos autores, visando garantir a privacidade destas informações. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação (nome e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.